Goura assina carta de empreendedores do Movimento Fechados Pela Vida

Goura assina carta de empreendedores do Movimento Fechados Pela Vida

Em conversa com integrantes do Movimento Fechados Pela Vida, o Goura assinou na manhã deste domingo (11), durante visita à feirinha da Praça 29 de Março, carta compromisso que defende a abertura de diálogo com a prefeitura. O objetivo: preservar vidas e implementar medidas para a reabertura dos estabelecimentos comerciais, com segurança para funcionários e clientes enquanto durar a pandemia da Covid-19.

Uma das principais críticas do movimento Fechados pela Vida, composto por mais de 200 empreendedores e com um abaixo assinado reunindo cerca de 15 mil pessoas, é a recusa de diálogo por parte da prefeitura para o cumprimento de medidas simples, mas eficazes e seguras, o que poderia garantir o funcionamento de bares e restaurantes, e a proteção dos clientes.

De acordo com a Roberta Cibin, candidata a vereadora pelo PDT (12803), não está havendo fiscalização por parte da prefeitura para conter aglomerações, além da proibição da criação de vagas ao ar livre, principalmente nas calçadas e nas vagas de estacionamento junto às guias. Segundo Roberta, são ações simples, que conseguem manter o distanciamento social e um auxílio importante para os empreendimentos voltarem a funcionar.

“Vamos ampliar esse movimento de discussão sobre as políticas públicas para Curitiba, do desenvolvimento social, econômico, mas com preservação da saúde, com promoção de vida, e não promoção de morte e violência. Uma gestão, com tanta complexidade que a envolve, o ponto mais importante é que saiba dialogar, que tenha esses canais de escuta, para que a gente tenha uma retomada econômica equilibrada, com essa sensibilidade”, afirmou Goura, o primeiro candidato a Prefeito de Curitiba a assinar a carta compromisso do movimento Fechados pela Vida.

shares
× Fale com o Goura