Goura assina compromisso para garantir política de segurança alimentar e nutricional em Curitiba

Goura assina compromisso para garantir política de segurança alimentar e nutricional em Curitiba

Garantir a segurança alimentar e nutricional da população, por meio da promoção de políticas públicas que atendam ao Direito Humano a Alimentação e Nutrição Adequadas, é mais um compromisso assumido pelo candidato Goura, neste sábado (7), com o Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região (CRN) – Paraná.

“Eu reafirmo meu compromisso com as políticas públicas de segurança alimentar, com a promoção da cultura em favor da alimentação saudável. Na prefeitura, vamos desenvolver uma política envolvendo todas as secretarias municipais em prol desses ideais”, afirmou Goura ao se encontrar com o presidente do CRN-8, Alexsandro Wosniaki, no Mercado Municipal de Curitiba.


Goura e Alexsandro conversaram sobre as propostas contidas na carta, que tratam do combate às desigualdades sociais e sobre as políticas para garantir o acesso à alimentação, em qualidade e quantidade adequada, para toda a população, especialmente, aos cidadãos em situação de vulnerabilidade.

Para o presidente do CRN 8, a população só tem a ganhar com esse compromisso. “Quando a gente aumenta a participação dos concelhos e garante a segurança alimentar toda a população sai ganhando, porque alimentação saudável é garantia de saúde”, afirmou.

O candidato a vereador pelo PDT, Luís Stédile (12021) lembrou que “quanto mais saudável a alimentação, menos problemas, menos doenças, ou seja, pessoas mais saudáveis. É melhor para a nossa vida, é menos gasto na área de saúde”, frisou.

Elogio ao CRN-8

O candidato do PDT disse que o CRN-8 tem feito um trabalho essencial ao cobrar a aplicação das políticas já previstas na legislação. “Quero parabenizar os profissionais da nutrição e dizer que vocês podem contar conosco”, disse Goura.

Compromissos

Entre as medidas propostas pelo CRN 8 estão: propor legislações que demandem a contratação de nutricionistas pelas Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Assistência Social e demais que envolvam ações obrigatórias do nutricionista.

Além de propor legislação que oriente sobre o não fornecimento, ou limitação de teto, de alimentos ultraprocessados ricos em sal, gordura e açúcar nas ações de promoção da saúde promovidas pelo poder público.

 

shares
× Fale com o Goura