Goura se reúne com representantes do Hip Hop para debater ações culturais

Goura se reúne com representantes do Hip Hop para debater ações culturais

A descentralização de ações culturais por meio dos movimentos da Cultura Hip Hop, com destaque ao Rap, manifestações que tem grande produção e envolvimento de técnicos, artistas e fãs nos bairros mais populosos de Curitiba, foi o tema da conversa entre Goura e a galera da Faveme, que é um coletivo formado para incentivar o rap, hip hop, funk e o grafite por meio de uma produtora e gravadora, além da promoção de eventos.

“A gente está conhecendo os companheiros e conversando sobre a descentralização da cultura e a importância de termos políticas públicas que contemplem todas as linguagens e manifestações culturais”, disse o Goura.

Coletivo cultural

Os integrantes da Faveme, Marinho do Rap e Leonardo, expuseram as conquistas e lutas de quem está na cena cultural, relatando desafios que vão desde os poucos espaços públicos e casas noturnas para competições de batalhas de rap e apresentações de grupos e cantores, e da falta de mais editais que contemplem projetos culturais por parte da prefeitura.

“A gente não tem espaço para shows. As poucas casas noturnas que tem sobem demais o preço para apresentações. Na rua, não se consegue liberação de alvará nas praças. Os editais são raros e quando tem esbarram na burocracia”, contou Marinho do Rap.

Léo, que possui uma empresa com marca própria de roupas para a cultura do rap e do hip hop falou dos poucos espaços de divulgação de seus produtos, o que tem levado empreendedores como ele a criar canais pelas redes sociais para divulgar seus produtos e trabalhos artísticos, além de contar com orientação de coletivos como a Faveme.

Na gestão do Goura, todas as manifestações culturais terão voz e vez, através do programa de descentralização da cultura, que pretende levar eventos para todos os bairros. “Precisamos pensar acesso a políticas culturais, com uma Curitiba mais inclusiva que respeita a diversidade de linguagens de seu povo e transformar, pela política, a realidade onde vivemos”, disse o pedetista.

shares
× Fale com o Goura